Vitrines Curitibanas

por Nereide Michel em 19/12/2017

Sabe aquele vestido que está “esquecido” no armário por que você perdeu a vontade de usá-lo? Pois, saiba que ele poderá voltar rapidinho para a sua lista de preferidos graças ao toque mágico que está por trás de uma customização. Ainda mais quando a transformação está sob a responsabilidade de uma estilista que tem na criatividade e na intuição os principais instrumentos para realizar um trabalho que pede mais do que uma troca de bordados ou cortar a barra da saia. Por isso, Carol Nogara, que comanda a Costuraria C. Nogara, está obtendo muito sucesso com esta alternativa ideal para quem gosta de se vestir bem, sem necessidade de investir muito por um modelo exclusivo.

Como esclarece a estilista e costureira CaroL Nogara, “para dar personalidade a uma peça é importante a participação da cliente para conferir um valor sentimental à roupa. Assim apresento variações de um modelo para a sua avaliação ou visualizo algo a partir de sua descrição, investigando seu estilo, suas preferências e aquilo que ela não quer.”

NADA SE PERDE

 Os retalhos de tecidos que sobram das peças customizadas por Carol ficam seis meses guardados caso uma cliente queira mudar algo ou aperfeiçoar o que já foi reciclado. Outras sobras são guardadas também, como bijuterias, fitas, botões, pedras, cintos, entre outros. Passado o período de seis meses, os retalhos, dispostos sobre uma mesa, são selecionados e colocados em saquinhos plásticos de acordo com o tipo do tecido e cor ou então numa prateleira. Eles se tornam peças novas nas mãos de Carol. “Tendo tempo e uma inspiração momentânea, pego um saco de peças e faço uma roupa”, diz a estilista. “O segredo é saber tudo o que tem e deixar organizado. Deixo que os tecidos, os retalhos me digam o que querem se tornar. E de acordo com o que a cliente quer, a sua personalidade, uso ainda os reciclados na roupa dela a ser modificada”, complementa.

O conceito de sustentabilidade no processo de criação e revitalização minimiza a produção de resíduos e gera valor a partir do que se tem à mão. Segundo Carol quase nada vai para o lixo e a ideia é trabalhar com resíduo zero. Cada “milésimo” de tecido pode se tornar um acabamento, uma alça ou outro detalhe da roupa. Desta maneira, ela exercita os conceitos da moda sustentável, como a reciclagem, a reutilização de materiais e a redução de impactos. A estilista lembra que o lixo têxtil é considerado hoje o maior poluidor mundial do meio ambiente.

 A estilista Carol Nogara busca sua inspiração na diversidade e etnias na criação de novas peças.  A arquitetura, o design, as texturas e percepções também orientam o seu trabalho. A criação parte de fundamentos, formas, texturas e cores. A história da cliente ou da peça também pode ser o seu ponto de partida.

ONDE ESTÁ

Costuraria C. Nogara

Alameda Taunay, 392, Batel, Curitiba

Telefone: 41 99276 7303

Facebook: facebook.com/CosturariaCNogara

Instagram: @costurariac.nogara

404 Not Found

Not Found

The requested document was not found on this server.


Web Server at vps456091.ovh.net