Vitrines Curitibanas

por Nereide Michel em 11/12/2017

Não é de hoje que a estilista curitibana Francesca Córdova valoriza as artes manuais em suas coleções. Ainda estudante no curso de Estilismo do Senai/Pr participou do concurso  Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda do Paraná e conquistou o primeiro lugar. Nos looks vencedores a forte presença do tricô.

2017 marca um novo e feliz reencontro da designer com as agulhas que trabalham fios e lãs e que em suas mãos se transformam em peças delicadas e plenas de estilo. O resultado deste seu total envolvimento com a manufatura artesanal pode ser conferida na coleção Manus de sua autoria. Aliás, um dos destaques do Brasil Eco Fashion Week, evento que aconteceu em novembro na capital paulista.

 Um vestir autêntico e atemporal define o trabalho de Francesca Córdova, cujas peças, que destacam o crochê e os bordados, são o retrato do momento em que se vive e uma ferramenta para se pensar o que se veste. Segundo ela, “em tempos de uso frenético de tecnologias, acho importante questionar a perda de habilidades e saberes relativos não só à confecção de roupas, mas até que medida as pessoas, no geral, são substituíveis por máquinas.” Francesca é uma adepta de longa data do slow design – uma peça sua  pode levar de dez a vinte dias para ficar pronta, mas cada ponto no tecido tem a sua assinatura.

Manus na passarela do Brasil Eco Fashion Week

Looks femininos e masculinos combinam tramas e bordados com tecidos como tricoline, chiffon plissado e tafetá em modelagens com base na alfaiataria.

Para elas, sobreposições com saias, vestidos, amarrações e mangas avulsas – roupas-acessórios que podem ser utilizadas de diferentes formas. Para eles, costumes em tafetá combinados com bordados 3D e  crochê, que quebram a rigidez do terno convencional.

 

404 Not Found

Not Found

The requested document was not found on this server.


Web Server at vps456091.ovh.net