Linkultura

por Nereide Michel em 26/11/2018

Um cenário, pouco conhecido pelos habitantes desse nosso planeta, tão rico em paisagens, é o foco principal das lentes de Marina Klink. A Antártica, destino frequente da fotógrafa, esposa do navegador Amyr Klink, ganhou registro em imagens eternizadas pela sensibilidade de uma alma aventureira atraída pela singularidade nômade de uma região que, justamente por tal condição, tem encantos únicos. “Nada na Antártica é fixo, tudo é temporário. Os seres humanos, as instalações, os animais. Nada é definitivo. O olhar de quem vai também é temporário e inquieto, vaga e se deslumbra com o que vê. Nada pode ser mais nômade que uma viagem polar”, define a autora das fotos que compõem a exposição “ O Olhar Nômade de Marina Klink”.

Marina Klink possui um vasto acervo de imagens de destinos remotos da Terra. Uma forma que encontrou para compartilhar seu amor pela natureza, com enfoque em questões de conservação e sustentabilidade. Ela é autora dos livros fotográficos “Antártica – A Última Fronteira”, “Olhar Nômade”, já esgotados, e “Contravento”, lançado em outubro. Os três pela Editora Brasileira. Também assina “Vamos dar a Volta ao Mundo”,  destinado ao leitor  infantil, publicado pela Companhia das Letrinhas.

A mostra ” O Olhar Nômade”, aberta ao público até 30 de novembro, ganhou espaço privilegiado no showroom da A. Yoshii Engenharia, na Rua Bispo Dom José, 2058, no Batel.

 

404 Not Found

Not Found

The requested document was not found on this server.


Web Server at vps456091.ovh.net